Por Dentro da Orquestra

Opa Pessoal
Hoje é Final de Semana e vamos falar Orquestras, no meu post vou explicar o que é uma orquestra e mostrar a você os instrumentos utilizados, um post feito com a ajuda da minha grande amiga e futura pianista  famosa Luciana Andrade, espero que gostem…

A ORQUESTRA

Uma orquestra é um agrupamento instrumental utilizado, sobretudo para a execução de música erudita.  O nome Orquestra vem do grego ‘Orkhéstra’ (do verbo ‘orcheisthai’, que significava ‘dançar’ ou ‘eu danço’.) que era uma área que ficava entre a platéia e o palco das apresentações teatrais onde os bailarinos faziam sua performance.

O MAESTRO

Ele se tornou destaque a partir da metade do século 18. Além de marcar o ritmo, o regente indica a entrada dos instrumentos, a intensidade com que a orquestra deve tocar, além de fazê-la soar harmonicamente.



NAIPES INSTRUMENTAIS

A orquestra sinfônica atual segue a formação estabelecida no final do século 18. Dependendo da peça a ser executada, pode ter mais de 100 instrumentistas. É dividida em quatro famílias (naipes) de instrumentos: cordas; madeiras; metais; percussões.

Família Das Cordas


É o principal grupos de instrumentos de uma orquestra.

Violino: É o soprano da família. Graças  à sua versatilidade e alcance, é a principal voz da família. Divide-se em duas seções: primeiros e segundos violinos. O spalla, o primeiro violino, comanda o conjunto depois do maestro.

Viola: Um pouco maior do que o violino, faz o papel de contralto da família.

Violoncelo: O tenor das cordas surgiu na mesma época do violino e, assim como este, também é usado para solos.

Contrabaixo: O maior instrumento das cordas e o de som mais grave. Seu desenho, com ombros caídos, lembra a viola medieval.

Arco: Usado para tanger as cordas do violino, da viola, do violoncelo e do contrabaixo. Seu corpo é feito de madeira. Numa das extremidades existe uma rosca usada para ajustar a tensão da crina, que pode ser natural ou resinada.

Harpa: É conhecida desde a Antiguidade. A moderna tem 47 cordas presas entre o console e a caixa de ressonância. Sete pedais alteram a altura das cordas, que são dedilhadas.

Família Das Percussões

Além do ritmo, os instrumentos de percussão pontuam e destacam trechos da peça em execução, além de fazer a orquestra vibrar.

Pratos: Sâo pratos de metal que podem ser tocados com uma baqueta ou usados um contra o outro.

Tímpano e Caixa Clara: São tambores, cuja afinação é dada pela tensão (maior ou menor) da membrana que reveste. Ambos são tocados com uma baqueta com feltro na ponta. Uma variante da família dos tambores é a caixa clara, que possui uma esteira de metal junto à membrana inferior, produzindo um som característico.

Glockenspiel e Xilofone: O primeiro é formado por lâminas de metal organizadas como um teclado de piano. É tocado com uma baqueta, cuja ponta pode ser de madeira, metal, borracha ou tecido. O xilofone é semelhante, mas, em vez de metal, as lâminas são feitas de madeira.

Piano: Apesar de soar diferente dos outros instrumentos da família, o piano é considerado percussivo porque seu som nasce das batidas dos martelos nas cordas.

Família Dos Metais

Eles são os responsáveis pela avalanche sonora da orquestra, conferindo a dramaticidade e a grandiosidade que a obra pede. A trompa e o trompete imprimem agilidade sonora, enquanto a tuba e o trombone soam de maneira majestosa.

Trompete: No início, sua função era cerimonial e militar. Com o tempo ganhou três válvulas. As afinações mais comuns são em dó, ré e si bemol.

Trombone: Neste instrumento, em vez de válvulas ou chaves, é o movimento da vara telescópica que altera os tons.

Trompa: A origem do instrumento está nas calçadas. Era usado para dar sinais. Sua versão atual pode ter três ou mais válvulas. Alcança tanto sons graves quanto agudos.

Tuba: É a responsável pelo baixo na família dos metais. Suas variantes são o bombardino, o eufônio e o sousafone.

Família Das Madeiras

As madeiras dão “cor” ao som da orquestra.

Flauta Transversal: Apesar de ser feita de metal, a flauta faz parte da família das madeiras. Sua variação, flautim (ou Piccolo) apresentam o som mais agudo entre todos os instrumentos da orquestra.

Oboé: Feito de tubo cônico, é controlado por chaves e anilhas e tem palheta dupla. O cornê inglês é uma variante muito usada em solos.

Clarinete: Instrumento de sopro de palheta simples. Imagina-se que sua origem esteja ligada a um instrumento do século 17 chamado charamela. O alemão Johann Christopher Denner é considerado o inventor do clarinete que conhecemos. Além dele, existem a requina e o clarone.

Fagote: Por seu aspecto, que lembra duas varas presas uma à outra, recebeu o nome italiano de fagotto (feixe). Assim como o oboé, tem palheta dupla e faz às vezes de tenor e baixo entre as madeiras. A variante contrafagote produz um som baixo e profundo.

Então é isso pessoal, espero que não tenha sido muito cansativo, Beijos

4 Respostas

  1. muito obrigada me ajudou muito a sua pesquisa .sou a fã número um .♥ *–*

  2. Ola sou musicista toco clarinete, e como faco pra poder estudar musica , para poder aperfeicoar mais, soh qe eu nauw tenho condicoes de pagar, tenho 21 anos e meu sonho e tocar em uma oprquestra sinfonica, musica e a minha vida

  3. Realmentte muito bom.Esclarece muitas duvidas de pessoas leigas do assunto. Mas existem erros, A crina do violino pode ser natural ou sentitica, sendo q as duas tem de ser resinadas para que aja atrito nas cordas. O estrumento apresentado como obé na verdade é uma clarineta. e o estrumento apresentado como clarineta realmente é uma clarineta mas um modelo antigo que nao é usado em orquestras.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: